Você trabalha com transferência de dinheiro para o exterior? Leia isso agora

Dentre as várias medidas para aumentar a arrecadação, no início de 2016 o Governo autorizou a retomada da cobrança de Imposto de Renda para remessas de até 20 mil reais ao exterior.

Independente da finalidade, deverá pagar 25% de taxa para transferência de dinheiro para o exterior.

Mas um decreto de lei de 1999 isenta esse tipo de transação. E muitas instituições financeiras, responsáveis pelo recolhimento do imposto, estão atuando com base nesse entendimento.

Essa mudança afetaria diretamente quem faz pagamentos de funcionários no exterior, por exemplo, já que a Receita Federal informa que remessa para familiares não seriam contempladas com impostos.

Como transferir dinheiro para outros países

Existem algumas opções para realizar transferência de dinheiro para o exterior de maneira legal.

Corretoras de câmbio ou agências de remessa – A mais conhecida é aWestern Union, que é uma das referências nesta atividade. Para enviar dinheiro para o exterior a Western Union cobra uma taxa mais o IOF.A taxa varia conforme a quantia e o país. O forte nessa opção é a praticidade, afinal você paga pela prestação do serviço, sem muito trabalho. Esses serviços são oferecidos em corretoras.

Depósito em conta – O depósito em conta no exterior pode ser feito pela internet, pelo telefone ou pessoalmente. E o pagamento pode ser feito em boleto, cheque ou depósito. Existe o custo com IOF pela conversão da moeda e a taxa pelo serviço, que também varia de acordo com a quantia enviada.

Cartão pré-pago – Uma das formas mais práticas e baratas. O uso do cartão pré-pago exige o pagamento de IOF e pode ser feito por terceiros, desde que autorizados previamente.

Ordem de pagamento – Entre uma conta bancária daqui e outra de lá. Ambos pagam taxas. Um formulário deve ser preenchido. Essa é uma boa opção para altas quantias.

Abrir uma conta no exterior segue o mesmo procedimento para abrir uma conta no Brasil, depois de aberta, segue uma vida normal de correntista. Isso vale a pena para quem viaja a trabalho e recebe valores regularmente.

Vale Postal Eletrônico dos Correios – Serviço disponível para cerca de 20 países, é cobrada uma taxa fixa e um percentual sobre o valor. Serve para gastos diários de estudantes ou residentes no exterior.

PayPal – Pode ser feito pela internet e basta que ambos tenham conta no paypal. O valor é cobrado via cartão de crédito e por isso há uma cobrança pelo serviço e outra pela conversão de moedas.

Quanto pode ser enviado?

Para receber dinheiro o limite de 3 mil dólares libera a remessa de formalização. Acima disso é necessário fazer um contrato de câmbio, com a apresentação de uma relação de documentos para a instituição escolhida.

Já para comprar moeda estrangeira, é possível comprar até 10 mil reais em espécie.

 

Documentos necessários para realizar transferências de dinheiro para o exterior

Documento de identidade, comprovante de residência e até declaração de imposto de renda (para envio de grandes quantias, como forma de garantir que o remetente possui meios de pagar o que vai ser enviado).

Nome e endereço completo de quem vai receberno país e quem irá retirar a quantia.

Além de considerar a quantia que será enviada, lembre-se das taxas.

As instituições financeiras exigem o preenchimento de um formulário.

As remessas são monitoradas por um código, com esse número é possível rastrear o dinheiro.