Recuperação de empresas: qual o momento?

Nem sempre a força de vontade, disposição e estratégia empreendedora são suficientes para fazer com que uma empresa prospere. Quando a crise aperta, é hora de rever os planos e tentar ver a melhor maneira para sair dessa situação. Quer saber mais? Então artigo que preparamos sobre: recuperação de empresas: qual o momento?

É muito comum diversas empresas passarem por momentos financeiros complicados. Os motivos para isso podem ser diversos, como crise econômica do país, baixa no mercado em que se atua, clientes insatisfeitos, falta de estratégias, dificuldade de buscar a inovação, falta de diálogo entre os sócios, entre diversas outras situações.

Quando isso ocorre, é preciso rever e identificar exatamente o problema para tentar recuperar a empresa de alguma forma. Mas será que sempre existe uma saída quando o assunto é recuperação de empresas?

Será que muitas vezes não investimos em um sonho de forma errada e devido a vontade de realizar algo, não identificamos as oportunidades de mercado, e no entusiasmo em se tornar empreendedor, esquecemos-nos de fazer um bom plano de negócio.

Dados sobre mortalidade das micro e pequenas empresas

Não é de hoje que sabemos o quanto as micro e pequenas empresas têm dificuldades para se estabelecer nos seus primeiros anos de vida. Um dos maiores problemas é não conhecer direito o mercado onde se quer atuar, é por isso que sempre falamos sobre duas coisas essenciais dentro do mundo do empreendedorismo: capacitação e seguir a risca o plano de negócio.

É primordial saber lidar com os clientes, e gerenciar os aspectos financeiros básicos para gerir seu caixa.

De acordo com dados do SEBRAE – Sistema Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, muitas empresas não conseguem sobreviver aos dois primeiros anos e acabam encerrando suas atividades.

Um dos fatores que fazem uma empresa prosperar e ter sucesso é o seu tamanho.  Quanto maior o tamanho da empresa, menor a probabilidade de fechamento. As empresas maiores sabem estruturar melhor suas e rotinas, e estão bem mais preparadas para situações de conflito.

Além disso, essas empresas têm mais facilidade para obtenção de linhas de crédito e têm mais flexibilidade para suportar incertezas do ambiente externo.

recuperação de empresas endividadas

Continuidade do negócio, como identificar se ainda é possível recuperar uma empresa?

Quando o cenário apresenta os primeiros problemas em relação a uma crise que se anuncia, é preciso saber identificar e estar atento para poder agir. Afinal, será que dá para fazer sempre a recuperação de empresas? Ou o melhor seria encerrá-la e quem sabe começar tudo outra vez?

Bem, de acordo com especialistas em empreendedorismo, quando uma empresa não está bem, a primeira tarefa que os empresários e lideres precisam fazer é tentar identificar o motivo e compreender como tudo chegou a esse ponto complicado.

Isso é extremamente importante, porque se o empreendedor não conseguir ter um entendimento sobre os motivos, será quase impossível começar a consertar os seus erros e fazer a recuperação da empresa.

Após um bom diálogo com todos os responsáveis pela empresa, identificação do problema e erro, é chegada à hora de reconhecer e admitir quais foram esses erros para começar a consertá-los.

Apesar da empresa, sejam elas as micro, pequenas ou grandes corporações terem como base todos os envolvidos, como lideres e colaboradores, não há como negar que grande parte da culpa pelas dificuldades cabe ao gestor.

Até porque, quando se trata de um problema financeiro muito grave, a causa sempre começa com um problema de gestão. É claro que o mercado pode afetar muito e mudar o comportamento do consumidor, mas é exatamente por isso que o papel do gestor é importante. Cabe a ele identificar cada uma das fases de uma boa gestão, notar os problemas e dificuldades tanto da empresa como dos funcionários em si para, enfim, agir.

Muitas vezes o problema financeiro ocorreu apenas por uma consequência de diversas ações e decisões erradas. Ele é considerado como a ponta do iceberg.

Quando a empresa chega a um ponto onde está pagando muito juros em cheque especial, troca de duplicatas, conta garantida, e ela não esta mais conseguindo nem ter lucro, ou até prejuízo, é o momento de parar e analisar sobre o que pode ser feito. Esse tipo de situação só beneficia os bancos, porque acabam ganhando muito dinheiro, enquanto sua empresa estiver pagando juros e mais juros.

Uma empresa para ir bem e conseguir se recuperar, mesmo que seja aos poucos, o ideal é nunca depender de empréstimos bancários.

recuperação financeira de empresas

Como é possível rever estratégias: o que precisa ser excluído para conseguir fazer a recuperação da empresa?

É claro que nenhum empresário deseja retroceder e diminuir o tamanho de sua empresa, quando se sonhou tanto para enfim se realizar e ver de repente tudo se desmoronando.

Mas a única forma de não quebrar uma empresa de vez é diminuir o tamanho dela. É muito comum algumas empresas começarem a crescer de forma desordenada e muitas vezes esse é o grande problema.

Diante de um cenário nebuloso que é o possível fechamento de uma empresa, muitos empresários não sabem como solucionar o problema e, assim, conseguir fazer a recuperação da empresa.

Toda empresa construída tem como meta a geração de lucro, e a partir do momento que um negócio começa a dar prejuízo e dores de cabeça, o desanimo acomete e a situação se torna ainda mais complexa.

recuperação judicial
recuperação judicial

Conhecimento para lidar com a situação – Recuperação de empresa

Como já falamos anteriormente em outros artigos aqui no blog, a busca por conhecimento e capacitação constante é mais uma maneira de conseguir reverter o problema e fazer a recuperação da empresa. É preciso buscar informações sobre como proceder e também procurar o departamento jurídico, até mesmo para fazer uma negociação com o banco.

Este é um problema muito comum, mas nem todos os empresários buscam ajuda na hora certa. Quanto mais se adia, mais complicado se torna a recuperação de uma empresa. Sendo assim, a lógica para solucionar o problema é muito parecida com a mesma que precisamos lidar quando ocorre falta de dinheiro na vida pessoa, no caso de pessoas físicas.

O que você faz quando o dinheiro está quase no fim, ou até mesmo na ausência deles? Simplesmente não gastamos e passamos a poupar cada vez mais até conseguirmos nos reerguer novamente. Uma empresa precisa seguir a mesma ideia e objetivo: poupar, rever gastos, cortar gastos desnecessários, economizar no dia a dia, rever se algum serviço ou produto pode ser retirado, entre outros.

Inadimplência acomete aproximadamente 2.5 milhões de empresas no Brasil

Como você pode observar com esses dados, grande parte das empresas passam por problemas financeiros, correndo o risco de fechar a qualquer momento.

A recuperação de uma empresa vai depender de inúmeros fatores, como você já pode observar ao longo do artigo: diálogo entre os sócios, revisão da forma de atuação, corte de funcionários, ou de produtos e serviços, entre outros.

Para se ter uma ideia do quanto esse problema é comum, metade das empresas que estão em operação no país estão no vermelho. Quando ocorre esse tipo de problema, para conseguir fazer a recuperação da empresa, é preciso dar um basta no momento e jamais ficar protelando essa situação que só se complica a cada dia.

Muitas vezes, o empresário acaba se iludindo que no mês seguinte as vendas irão melhorar, e assim a situação segue mês a mês sem chances de melhora.

Dicas para sair da crise – Recuperação de empresa

Antes de falarmos sobre as dicas para tentar sair da crise e fazer a recuperação da empresa, é preciso tentar buscar apoio e ver a situação com otimismo. Por exemplo, muito se fala em crise hoje em dia, e os mais criativos e visionários estão na realidade falando de oportunidades. Identificar um problema do mercado e empreender dentro de determinado nicho pode ser uma excelente estratégia para não fechar as portas e fazer a recuperação da empresa.

Tente parar para refletir: o que sua empresa entrega para o cliente e como isso poderia ser feito de forma diferente? Todos tem um algo a mais para oferecer e, assim, sair da situação de prejuízo.

Dicas para sair da crise

Consultar cadastro de clientes que já compraram com você

Como andava até a algum tempo atrás o seu negocio? As vendas estavam boas? Quem era esse cliente que comprava de você? Por que ele parou de comprar ou contratar os seus serviços?

Essa é uma das primeiras ações que um empresário pode fazer para conseguir fazer a recuperação de uma empresa. Reveja seus clientes, faça contatos, organize eventos para oferecer algo novo. É nesse momento que entra a criatividade.

Se associar a outras empresas

As chamadas parcerias são outra excelente estratégia para sair da crise e fazer a recuperação de empresa. Procure empresas parceiras para, juntos, alinhar estratégias para atrair novos clientes. É claro que a ideia principal é que as ações possam beneficiar sempre as duas empresas.

Sair em busca de contato pessoal

Você deve ter observado que atualmente tudo se resolve por e-mail, Skype, Whatsaap… mas e aquele aperto de mao que sempre moveu montanhas? Parece mesmo que é coisa do passado, mas para fazer a recuperação de uma empresa, você ira precisar ir em busca de pessoas. Deixe alguns dias o computador, e saia em busca de novos diálogos e oportunidades. O resultado pode ser surpreendente.

Participar de eventos e seminários

Sempre que possível, aceite convites para participar de seminário, principalmente se você puder fazer uma palestra. O marketing sempre foi uma excelente estratégia para conseguir confiança das pessoas. Compartilhar seus conhecimentos pode ser bastante eficaz para conseguir novos contatos, clientes e, finalmente fazer a recuperação da empresa.

Atuação pesada em redes sociais

Utilizar a internet de maneira certa é mais uma chance que você tem para conseguir fazer a recuperação da empresa. Atualmente, empresas que não estão nas redes sociais acabam por perder excelentes oportunidades. Isso porque essas ferramentas de marketing são a melhor maneira de se aproximar dos clientes e criar um bom relacionamento com eles.

Atualize sempre as páginas do Facebook e crie conexões de qualidade.

Reorganização dos serviços e promoções

Não desista de tentar fazer a recuperação de sua empresa sem pelo menos criar novas estratégias. Afinal, você batalhou tanto por esse sonho e vai desistir assim?

Repense e organize todos os serviços que sua empresa oferece. Procure ver formas de fazer promoções atrativas e que entreguem um algo a mais para os clientes, mas que também não lhe dê prejuízo, uma vez que o principal objetivo é reerguer a empresa e sair da crise.

Quando devo recorrer ao empréstimo?  Recuperação de empresa

Sair do vermelho e fazer a recuperação de uma empresa é uma situação complexa, mas como você pode observar ao longo desse artigo, há alternativas a se fazer.

É preciso compreender o que está afetando e comprometendo os resultados da empresa, é a sua produção ou são as dívidas? Muitas vezes os empréstimos que os empresários solicitam aos bancos sevem para pagar dívidas e isso não se pode atrelar ao custo da empresa. Porque isso se trata de uma despesa administrativa e não tem como reverter esse dinheiro.

Agora, quando o problema com dinheiro esta na produção, pode se trabalhar para reverter a situação e, assim, voltar a ter lucro novamente. Ou seja: pegar empréstimo para pagar dívidas, não é a melhor solução. Agora, se for para rever a produção, talvez seja uma boa estratégia para conseguir fazer a recuperação da empresa.

Tente sempre negociar com os fornecedores antes de pedir dinheiro emprestado aos bancos.

Não demita, remaneje

Quando as micro e pequenas empresas estão passando por períodos de turbulência, algumas delas fazem como primeira opção demitir alguns funcionários, mas essa nem sempre é a melhor solução. Para conseguir fazer a recuperação de uma empresa é preciso antes de qualquer atitude mais drástica rever as estratégias.

Você já refletiu sobre o que cada um de seus funcionários faz? Quais são as tarefas que cada um deles desempenha? Será que alguns deles não gostariam de trabalhar em casa, diminuindo despesas para a empresa e ainda mantende-o dentro do quatro de colaboradores?

É nessas horas que o dialogo se faz extremamente necessário para, enfim, conseguir fazer a recuperação da empresa. O caminho pode ser árduo, mas sempre há alguma luz no fim do túnel.