Porque devo me preocupar com a EFD-REINF ?

Porque devo me preocupar com a EFD-REINF ?

Consultoria Tributária       10 de dezembro de 2016

O cenário tributário atual é desafiador e emite constantemente um alerta para as organizações de que não demore para organizar as informações e se preparar para a entrega da EFD-Reinf (Escrituração Fiscal Digital das Retenções e Informações da Contribuição Previdenciária Substituída). Trata-se do módulo mais recente do Sistema Público de Escrituração Digital que complementa o projeto eSocial. O projeto eSocial é um dos pilares do projeto SPED e é através dele que as empresas devem prestar contas das informações previdenciárias e trabalhistas, incluindo os vínculos de colaboradores e contratados. O assunto é sério e por isso no post de hoje vamos saber porque devo me preocupar com a EFD-REINF.

Os contribuintes devem prestar contas ao fisco de todas as retenções sem relação direta com o trabalho, com destaque para os serviços prestados e tomados, como também as retenções na fonte com pagamentos a pessoas físicas e jurídicas, os recursos recebidos e repassados por qualquer associação desportiva, a comercialização de toda a produção e a receita bruta para apuração das contribuições previdenciárias. As empresas promotoras de eventos que envolvam associações desportivas que mantenham clubes de futebol profissional também terão que prestar contas.

As informações solicitadas pelo projeto EFD-REINF já tinham sido solicitadas antes no projeto inicial do eSocial, e isso gerou um certo desconforto para as empresas, porque algumas informações, como por exemplo de folha de pagamento, que são controladas pela área de RH, estavam misturadas com informações das retenções de terceiros, controladas pela área fiscal e tributária.

Fique de olho nos prazos

Com a separação do eSocial e do EFD-REINF, as diferentes áreas das empresas ganharam um foco mais específico e o diálogo com os times responsáveis por cada projeto trouxe mais tranquilidade às empresas. Como em todos os projetos do SPED, no EFD-REINF não será diferente, um dos grandes desafios enfrentados pelas empresas é garantir a qualidade das informações apresentadas, pois vão ser solicitadas informações de documentos fiscais, detalhes das retenções, valores recolhidos e apurados, repasses de valores e valores recebidos, como também dos vínculos dos participantes envolvidos em cada uma dessas transações, com um nível de detalhes em muitos casos não apresentados até então em outras obrigações, sendo necessário que as empresas, em algumas situações, façam ajustes sérios em seus sistemas de origem dos dados, para receber e completar o grande número de informações solicitadas atualmente pelo EFD-REINF, além de ter que validar e garantir a correta informação, sempre de acordo com as regras da legislação regente. Sem contar a atenção que deve ser dada ao prazo, estabelecido pelo projeto eSocial, sendo setembro de 2016 para as empresas que até 2014 tiveram faturamento acima de 78 milhões e para as demais empresas esse prazo é até janeiro de 2017.

O grande desafio das empresas é acompanhar as constantes mudanças promovidas pelo Fisco, com freqüência aparece uma nova regra sendo publicada ou uma legislação tributária alterada, o que torna o cenário dos contribuintes difícil devido as várias de obrigações e regras a serem seguidas, com prazos curtos, equipes reduzidas e um risco enorme de complicar a empresa.

Cada vez mais observamos que a receita tem apertado o cerco em relações as informações enviadas pelos contribuintes afinal o novo sistema de escrituração do sped vai mudar e muito a forma como são recebidas as informações pelo fisco.

Como contratar uma empresa de Consultoria tributária?

Contratar uma empresa idônea que faça um serviço de consultoria tributária é a parte mais importante do processo para o empresário, nos últimos anos temos observado uma séria de picaretas com soluções milagrosas e sabemos que tais soluções não passam de mentiras. A melhor forma de contratação é saber mais sobre a marca, expertise dos sócios e os trabalhos já feito pela empresa de consultoria tributária.

Se você percebe que o processo de consultoria tributária pode agregar a sua empresa, mas gostaria de trocar uma idéia sobre como fazê-lo, pode entrar em contato com a gente através da nossa página de consultoria.

Você concorda com a nossa visão?

Deixa seu comentário aqui embaixo com sua opinião!

Quer saber mais sobre nossa consultoria tributária?

Conheça agora nossos serviços de consultoria em impostos.