Os 4 Benefícios para e-commerce em SC que você precisa conhecer

Nos dias atuais o Brasil tem sido um dos países da América Latina a aderir em grande escala a venda não presencial. E para acompanhar esta adesão vários Estados tem reunido forças para se envolverem nesta prática comercial.

E sendo o Estado de Santa Catarina – SC bem competitivo, não poderia ficar de fora deste movimento. Sendo que o mesmo oferece benefícios para empresas que desejam iniciar suas atividades como e-commerce.

“Confira os 4 benefícios que o estado de Santa Catarina oferece as e-commerces, já a baixo”

#1 Mercado de e-commerce ainda muito novo

O mercado de vendas eletrônicas no estado de Santa Catarina  é ainda jovem, o que ocorre em parte devido a robustez  da legislação vigente neste estado no que diz respeito a regulamentação do comércio eletrônico, o que tem em vista garantir a qualidade de serviços quer para o consumidor quer para o investidor.

Este ponto torna-se num benefício, visto que SC ainda oferece muitas oportunidades de inovações e implementação de serviços e-commerce quer por novos empreendimentos quer por “ativação” de diversos empreendimentos físicos que não atuam de forma ativa no mundo virtual.

Além deste benefício que tem impacto também na área fiscal, existem vários outros benefícios. Confira-os nos próximos tópicos, vamos lá…

#2 Redução de ICMS

Para empresas instaladas no Estado de Santa Catarina, que realizam sua atividade de comércio eletrônico, gozam da redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e prestação de Serviços – ICMS.

Não sendo assim obrigatório que se tenha unicamente uma atividade, só no ramo virtual, mas sim que pratique essa modalidade comercial tendo principalmente o consumidor final de outros estados, sendo que as porcentagens deste imposto podem chegar até 6% (seis por cento).

Nesta visão, o Estado Catarinense poderá conceder créditos a essa mesma empresa que realiza estas vendas sem contato pessoal. Assim, a redução de ICMS traz consigo grande benefício na caixa empresarial, mas seria ainda melhor seguir para o próximo benefício e conhecer a influência da amenização dos impactos da tributação.

#3 Impactos da tributação

Após uma revisão feita em 2015, está abrindo-se uma possibilidade para a amenização dos impactos tributários nas vendas eletrônicas através da revisão dos regimes de tributação das empresas, numa nova logística para possibilitar o uso de um armazém geral nas operações comerciais interestaduais.

E mais, também é aberta essa possibilidade através da conversão de operações nacionais em operações de importações, todas estas como alternativas para se alcançar a amenização dos impactos da tributação.

#4  DIFAL em favor das empresas

Nessa corrente de modificações legislativas surge mais um benefício no Estado de Santa Catarina, visto que este estado traz um incentivo às empresas que realizam vendas eletrônicas à não contribuintes do ICMS fixados neste estado através da amenização dos impactos do DIFAL em favor do contribuinte.

Fruto deste benefício são as percentagens de saídas interestaduais que podem variar dependo do tipo de mercadoria e do estado de destino, podendo ser 4% (quatro por cento), 7% (sete por cento) e 12% (doze por cento) com uma vantagem de 2% (dois por centos) para todas as transações on-line aos outros estados.

Com este benefício também ocorre a amenização de diversos impactos no recolhimento obrigatório, criando-se deste modo um meio de ultrapassar as dificuldades fiscais que uma empresa de e-commerce enfrenta.

Enfim, acredito que agora já tens uma nova visão sobre o e-commerce no Estado de Santa Catarina e sobre a substituição tributária afinal  este que tem vindo a implementar diversos apoios às empresas que praticam o comércio on-line, trazendo benefícios significativos principalmente na legislação das incidências tributárias do ICMS.